Editoria: Helio Fernandes. Subeditoria: Roberto Monteiro Pinho

segunda-feira, 10 de julho de 2017

O INDEPENDENTE Sergio Zveiter

HELIO FERNANDES

Ele proclama isso, muitos acreditam. Pode ser que queira se reabilitar. Mas é preciso que faça muita força.Ontem, o jornalista Elio Gaspari publicou a sua espantosa folha corrida da vida publica .Como homenagem e creditando os devidos royalties, repito o excelente trabalho.

1-Secretario de Habitação do prefeito Eduardo Paes.
2-Secretario de Justiça  do governador Garotinho.
3-Secretario de Justiça do governador Sergio Cabral.
4-Secretario de Defesa do Consumidor da governadora Rosinha Garotinho.
5-Secretario  do Trabalho do governador Pezão.

Partidariamente já esteve no PSD de Kassab, que ao fundar o partido, afirmou:"Não somos de esquerda, de centro ou de direita".Mudou para o PDT, que pós-Brizola, desapareceu. Agora  está no PMDB. Que dispensa definição ou divisão.

Vote como votar, contra ou a favor da AUTORIZAÇÃO, nenhuma surpresa.

A DEPREDAÇÃO PREMEDITADA, DO VASCO E DO ESTÁDIO DE SÃO JANUÁRIO

È dos mais importantes clubes do Rio. E seu Estádio é rigorosamente histórico, acima e alem do futebol. Daí a espantosa repercussão dos criminosos atos de domingo, no jogo com o Flamengo.O relato feito pelo arbitro na sumula, é vergonhoso, espantoso e criminoso do que aconteceu depois do jogo, com as mais inacreditáveis agressões a jogadores, dirigentes, torcedores, até a morte de um deles. 

O Vasco foi o primeiro clube a aceitar jogadores negros, desprezando o preconceito. E a ceder o seu estádio para acontecimentos políticos. Em março de 1945, houve a anistia, a libertação dos presos políticos, principalmente Luiz Carlos Prestes que estava encarcerado e torturado ha 9 anos .Imediatamente realizou um comício para 100 mil pessoas em São Januário. Sensacional, condenou seus próprios correligionários: "Vocês abandonaram a luta, só querem saber de geladeira nova, de um radio cada vez maior". O povo saiu chorando.

Em 1939, em São Januário, Brasil-Argentina disputavam a Copa Roca (grande presidente), perdemos de 5 a 1. A Polícia Especial, aqueles grandalhões de boné vermelho, surravam os adversários impiedosamente. O técnico da seleção era Carlos Nascimento indicado pelo bicheiro Castor de Andrade. Perdão, bicheiro, mas doutor Castor de Andrade, formado em direito, que se transformou em potencia, dentro e fora do esporte.

Tudo o que aconteceu no domingo, é resultado e consequencia do ódio, da hostilidade e da ambição de Eurico Miranda. Afastado do clube por muito tempo, voltou, "ganhou" a presidência, com a falsificação do numero de sócios. Essa bandalheira ficou plantada dentro do clube, a divisão é total. O clube está em plena campanha eleitoral, Eurico Miranda quer "ganhar" da mesma forma.

O Vasco não pode ser punido, o Estádio não tem que ser interditado. A solução é eliminar Eurico Miranda do esporte, proibi-lo de frequentar dependências esportivas, até de ir ao clube. Pode ser radical. Mas milhares de sócios não podem ser prejudicados por um só, que usa e abusa  de atos chamados de vandalismo, são manifestações de ódio

Afastar Eurico Miranda, é um ato de saneamento indispensável. E imediato.

PALOCCI COMEÇA A FALAR

Sua delação está demorando muito. È que ele já está condenado ha 13 anos, e faz muitas exigências. Começou com a suposição de que "entregaria" Lula. Revelei aqui, que amigos deram o conselho: "Isso terá repercussão ruim para você". Concordou, surgiram rumores que denunciaria o "mercado".Bancos, corretoras, investidores privilegiados.

Foi atirando em Mantega, o ministro que assumiu no lugar dele. Textual: "Mantega vendia dados importantes para os bancos". Mas por  enquanto ficou por aí, não NOMINOU os bancos.  A coletividade está esperando o aprofundamento.

ZVEITER SE REABILITA, VOTA A FAVOR DO PROCESSO

Levou quase 2 horas, mas confirmou o que deixou entrevisto logo depois  de escolhido relator: "Sou independente e não aceito pressão". Acabou ás 17,15, começou a discussão na CCJ. Mas ás 17,29 fez-se silencio para ouvir a voz retumbante mas não convincente do advogado de defesa. Até um corrupto confessado e reincidente como Temer, tem direito  de defesa. INÚTIL.

Só nos tempos gloriosos, me lembro de uma CCJ tão lotada. Como no Capitólio , (EUA, sede da Câmara e senado, quando se reúnem, jornalistas, no plenário, sentados no chão  fotografam tudo) os jornalistas puderam trabalhar. Enquanto isso, a voz tonitroante do advogado, retumbava sem argumentos. Terminou ás 17,59 , exatamente 30 minutos. 

A sessão foi suspensa, haverá a retomada, para a votação, com a palavra de 66 membros da CCJ e 66 suplentes. E esperam que até sexta na CCJ, segunda etapa, haverá a votação. 

PS-  Não ha duvida: foi uma derrota, e o Planalto sentiu o golpe. Reunidos com Temer, ministros, deputados, assessores, viram e sofreram o lamento visível do AINDA presidente.

PS2-  Foi a manifestação do relator. Pode ser que influencie alguns dos 66 deputados, que votarão na CCJ. E garanta um resultado favorável. Mas não definitivo.

PS3- Haverá então a ultima definição, a do plenário. Essa, irreversível e irrevogável, bastam 172 votos. O governo está usando tantas moedas de troca, que nem de longe admite não consegui-los.

PS4- E para se sentir mais confortável e continuar acreditando que seu calendário político e eleitoral, vai até  2018, a constatação: mesmo que o plenário da Câmara vote como o relator da CCJ, é apenas AUTORIZAÇÃO para continuar a investigação.

PS5- O senador Cunha Lima, do PSDB, fez duas afirmações no fim de semana :"O presidente JÁ CAIU. Em 15 dias o Brasil terá outro presidente".Faltou  tentar adivinhar o caminho do seu próprio partido.


Nenhum comentário:

Postar um comentário